Diagrama unifilar: qual sua importância e como obtê-lo

O diagrama unifilar, por vezes também chamado de esquema unifilar, é um documento de extrema importância para qualquer estabelecimento, desde os residenciais até os industriais. Para entender o que é um diagrama unifilar, qual sua importante função e como ele pode ser obtido, basta conferir o texto a seguir!

O que é o diagrama unifilar?

Em síntese, diagramas elétricos são desenhos técnicos que se utilizam de simbologia específica para poder descrever uma instalação, permitindo que as ligações elétricas representadas sejam facilmente entendidas em qualquer lugar do mundo, por qualquer pessoa familiarizada com os símbolos utilizados. Um desse diagramas em específico é o esquema unifilar, o mais utilizado por eletricistas ao realizarem instalações elétricas. Nele, todos os condutores de um mesmo percurso são representados por uma única linha, assim como diversos outros símbolos servem para indicar especificidades dos condutores.

Exemplo de diagrama unifilar

Não é surpresa que o esquema unifilar seja, portanto, um documento essencial para qualquer estabelecimento, visto que permite uma representação sucinta das instalações elétricas, proporcionando ao eletricista uma fácil interpretação das características de ligação, sem o auxílio de outros diagramas. Mas quais as vantagens de manter o diagrama unifilar do seu estabelecimento atualizado?

Qual a importância do diagrama unifilar?

A importância desse documento varia a depender do tipo de construção, além de também decorrer da finalidade do estabelecimento. Para melhor compreensão, então, as vantagens serão listadas dependendo do tipo de local.

Residencial

Para ambientes residenciais, a função dos diagramas unifilares está no fato do documento servir como registro da instalação elétrica conforme ela foi projetada. Deve ser natural, portanto, que, ao ser programada qualquer mudança nas ligações, quadro elétrico e pontos de luz e tomada, consulte-se o diagrama unifilar, uma vez que ele permitirá a devida compreensão de como essa modificação interferirá na instalação anteriormente projetada. Em outras palavras, o documento será capaz de esclarecer ao eletricista se uma mudança pode, ou não, ser realizada. Um exemplo recorrente de quando o diagrama unifilar é negligenciado são ocorrências constantes de desarme de disjuntor após a instalação de um novo eletrodoméstico. Tais fenômenos ocorrem devido a excesso de carga em determinada ligação, que não foi projetada para isso, ocasionando correntes elevadas que, por sua vezes, acionam os dispositivos de proteção.

Comercial, industrial e fabril

Para determinados estabelecimentos dessa categoria, vale o mesmo que foi dito sobre ambientes residenciais. No entanto, para aqueles onde trabalhadores, direta ou indiretamente, interagem ou trabalham com eletricidade, há razões a mais para se manter um diagrama unifilar. Visando garantir a segurança e a saúde dos funcionário desse tipo de estabelecimento, a NR-10 é uma norma do antigo MTE – Ministério do Trabalho e Emprego que estabelece medidas de controle e sistemas preventivos para a segurança em instalações e serviços em eletricidade. A seguir, será explicada a relação entre o diagrama unifilar e a NR-10. Através desse link, você pode entender também a relação da iluminação do ambiente com a norma NR-17 do MTE.

Tal qual qualquer norma trabalhista, a NR-10 também conta com fiscalizações, que autuam quaisquer estabelecimentos que não estiverem em conformidade com ela. Durante a fiscalização, hoje realizada por auditores fiscais do trabalho, que respondem ao Ministério da Economia, é certo que será cobrado o diagrama unifilar atualizado. Isso se deve ao item 10.2.3 da NR-10, que exige que as empresas possuam “esquemas unifilares atualizados das instalações elétricas dos seus estabelecimentos”.

Caso o estabelecimento conte com carga instalada superior a 75 kW, deve ser mantido um Prontuário de Instalações Elétricas, contendo, além do esquema unifilar, alguns outros documentos, como o laudo do Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas. Para saber um pouco mais sobre o que é um SPDA, acesse nosso e-book sobre o tema.

Como obter um diagrama unifilar?

Há diversos serviços que realizam a entrega de um diagrama unifilar; um Prontuário, como citado, é um exemplo claro. Outro serviço que realiza essa entrega é o Projeto de Instalações Elétricas, que tem, dentre suas saídas, esse documento. No entanto, o escopo de ambos os serviços vai muito além de um simples levantamento descritivo das instalações (ligações, quadros de carga, pontos elétricos), não sendo recomendados no caso de, por exemplo, uma autuação.

Muitas vezes a necessidade é somente de um diagrama unifilar, pedido esse que se dá principalmente devido a uma auditoria do Ministério da Economia ou ainda devido a falhas constantes nos disjuntores, como foi explicado. Nesses casos, portanto, o serviço sugerido é um cadastro elétrico, que tem como saída o mapeamento de toda a instalação, sendo entregues alguns documentos. Dentre eles, além do diagrama unifilar, consta também a planta de pontos elétricos e o quadro de cargas. Para saber mais sobre o cadastro elétrico, clique aqui.

Agora que você já sabe o que é um diagrama unifilar, já entende quando ele é exigido e recomendado, está ciente de sua importância e sabe como obter esse documento, ainda resta alguma dúvida? Se interessou por algum serviço? Solicite um orçamento gratuito pelo nosso site!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *