Entenda sua conta de energia elétrica em tempos de Covid-19

Você já leu a composição do consumo em sua conta de energia elétrica? Já se perguntou o que era cada item e o que estava por trás de cada número? Ainda, será que a situação causada pelo Covid-19 pode afetá-los? As respostas para essas perguntas estão logo abaixo!

Para chegar em seu estabelecimento, a energia elétrica passa pelos processos de Geração, Transmissão e Distribuição que são realizados por diferentes empresas (públicas ou privadas). Desse modo, a composição do consumo de energia pode ser vista como resultado das relações deste mercado, que é regulado e fiscalizado pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). Mas afinal, o que está por trás de cada composição?

Composição do consumo de Energia Elétrica
Composição do consumo de um estabelecimento.

Geração de Energia

O processo de geração de energia elétrica é feito transformando energia a partir de outras fontes: água, vento, sol, entre outros – através de parques eólicos ou hidrelétricas, por exemplo. As empresas responsáveis por estes processos  comercializam sua carga através de leilões – resultando em contratos com empresas de outros ramos. Tais leilões acontecem em ambientes de contratação reguladas (ACR), pela ANEEL ou CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica), e têm como objetivos: contratar a energia com menor preço possível, reter a geração existente e expandir o setor. Ainda, é possível vender a energia gerada em ambientes de contratação livres (ACL), conforme o Decreto nº 5.163.

Desse modo, o custo de geração em nossa conta “de luz” tem como variáveis a competitividade e a demanda do mercado brasileiro. De acordo com estudos feitos pelo CCEE, o consumo em ambientes ACR e ACL diminuiu 9% e 14%, respectivamente, nas três primeiras semanas de isolamento necessário e proposto ao Covid-19. Esta redução do consumo afeta o equilíbrio entre a demanda e o que é ofertado pelas empresas de geração, podendo portanto causar aumento de preço nas futuras contas de energia.

Hidrelétrica de geração de Energia Elétrica
Usina Hidrelétrica de Itaipu.

Transmissão

Depois que ocorre a geração de um produto, é necessário transportá-lo para mais próximo do consumidor. O processo de transmissão da energia elétrica tem tal perspectiva e é basicamente feito através de torres, isoladores, subestações, etc. As empresas responsáveis por este processo fazem parte dos leilões de transmissão – têm basicamente a mesma dinâmica que geração. No entanto, quando comparado aos outros processos, este setor é menos afetado pela diminuição da demanda.

Portanto, espera-se que seja um custo que reflete menos em sua conta no cenário atual. Além disso, os contratos feitos por empresas responsáveis pela transmissão são mais longos, podendo diluir as consequências do Covid-19 no tempo com maior facilidade.

Transmissão de Energia Elétrica
Torres, condutores e isoladores transmitindo a energia.

Distribuição

Ao receber a energia que vem das linhas de transmissão, o processo deste setor tem o dever de entregar a energia ao consumidor final. Para isso, as empresas responsáveis são contratadas por meio de processos licitatórios. Elas fazem parte dos leilões de geração e transmissão, se relacionam diretamente com os clientes e administram toda a rede elétrica, por território. Tal sistema é compostos pelos postes e condutores vistos nas ruas, subestações, equipamentos e instalações que trabalham com variadas tensões, dependendo do uso.

Visto essa proximidade com o consumidor final, toda a rede elétrica é bastante variável com a demanda ou consumo vinda por parte da sociedade. Não só diminuição do consumo e demanda gerada pelo Covid-19 ocasiona perdas do setor e na rede elétrica, mas também o fato do perfil consumidor residencial ser mais presente do que outros – como comercial e industrial. Tal fato gera mudanças de operação da rede.

Distribuição de Energia Elétrica
Trabalhador técnico operando na Rede de Distribuição.

Perdas de energia e encargos setoriais

As perdas de energia são estimadas em todos os três processos anteriores e entra como custo da energia elétrica. Quanto mais tempo a energia fica na rede, maior as perdas. Isto mostra porque é importante ter um consumo próximo da demanda estimada. Por outro lado, os encargos setoriais são compostos de taxas que subsidiam o Setor Elétrico Brasileiro – operação, estudo e expansão.

Tributos

Os tributos são os impostos por bens e serviços:

  • PIS – Programas de Integração Social;
  • COFINS – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social;
  • ICMS – Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços;

Textos Semelhantes:

A importância dos sistemas elétricos de potência

Como economizar energia elétrica durante a quarentena?

Dica: 4 formas para economizar na conta de energia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *