Acidentes e Fiscalização: Saiba já como se prevenir!

Acidentes e Fiscalização são dois dos assuntos mais importantes a serem dominados por qualquer pessoa que se predisponha a ter um estabelecimento. E o mais incrível é que ambos andam lado-a-lado já que a fiscalização é uma ferramenta utilizada para se evitar os acidentes. Mas como se prevenir contra os dois? É exatamente sobre isso que iremos discutir!

A Fiscalização é um dos assuntos que mais assusta qualquer pessoa que tenha algum tipo de negócio – seja um condomínio, uma academia, uma escola ou uma fábrica. Mas não é da fiscalização que deveríamos ter medo, mas sim do aumento recente nos índices de acidentes por todo o país. O papel da fiscalização entra, então, como um instrumento para mapear locais com potencial para acidentes, podendo, assim, criar mecanismos que os evitem.

Neste breve texto, iremos entender como ocorrem e porquê ocorrem as fiscalizações dentro da ótica dos índices de acidentes segmentados no contexto das instalações elétricas, principalmente com potenciais riscos de incêndios. Além disso, poderemos também começar a entender como sempre ficarmos preparados e, até mesmo, evitar qualquer eventualidade.

 

Conjunto de 7 (sete) medidores unitários em padrão antigo ligados a um medidor geral também de padrão antigo. É possível notar os eletrodutos saindo pela parte inferior de cada cubículo e uma pequena moita na parte direita da imagem - que está em um tom azulado-roxo.
Vários medidores vindos de um barramento oculto

 

ENTENDENDO A FISCALIZAÇÃO E OS ACIDENTES

O gerenciamento de qualquer empresa ou negócio é cercado de diversas obrigações legais ligadas a um determinado órgão específico. Nos setores de energia elétrica e segurança, por exemplo, dois órgãos podem ser citados: a Coelba, do Grupo Neoenergia, responsável por regulamentar a distribuição e comercialização de energia elétrica, e o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia.  

Para os que estão um pouco mais familiarizados, todas as instalações elétricas ou de combate à incêndios devem estar de acordo com uma série de normas e especificações técnica, como a NBR 5410 ou a NR 10. Essas regulamentações não são ao acaso: elas cumprem o papel de garantir a segurança dos estabelecimentos salvaguardando a vida das pessoas que os perpassam. 

Para se ter uma ideia do nível de importância dessas fiscalizações, podemos analisar o índice de acidentes envolvendo eletricidade e sua relação com o número de vítimas fatais: 

 

Em 2018, 1.424 acidentes de origem elétrica ocorreram no País resultando na perda de 622 vidas. O infográfico também apresenta o destrinchamento desses 1424 acidentes: sendo 836 advindos de choque elétrico, 537 advindos de incêndios por sobrecarga e 51 por descargas atmosféricas. Também podemos observar o ranking das três regiões com os maiores índices de mortalidade no Brasil: sendo liderada pela região Nordeste com 261 casos (42%), seguido do Sudeste com 123 casos (20%) e o Sul com 97 casos (15%). Por fim, ainda é possível observar que dentro da situação dos 261 casos da Região Nordeste, 60 casos foram na Bahia - o que é igual a um percentual de 23%.
Infográfico com Dados Retirados do Anuário 2019 da Abracopel

 

Esses dados não somente sustentam a tese da importância das fiscalizações como demonstra o nível de urgência da necessidade de alguns serviços, principalmente de instalações elétricas. Mas esse não é o único dado que impacta diretamente. Os dados referentes à região Nordeste (sobretudo, o Estado da Bahia) também são demasiadamente pesados, já que lideram os índices demonstrados.

 

O QUE FAZER QUANDO A FISCALIZAÇÃO CHEGA?

Se essa pergunta é o foco principal de motivação à sua leitura neste texto, então sabemos que há uma grande probabilidade de haver algo de errado com seu estabelecimento. Mas vamos! Não se preocupe. Continue conosco que iremos explicar.

Quando o fiscal de um determinado órgão chega ao seu estabelecimento, não é o momento de desespero. O primeiro passo é alocar alguém de confiança que receba e acompanhe o fiscal do órgão responsável, tirando quaisquer possíveis dúvidas. 

Além disso, quando indagado dos documentos e das plantas do local, seja do Sistemas de Combate à Incêndios, Sistemas de Pára-Raios ou Projetos Elétricos, é de fundamental importância que eles existam, estejam atualizados e bem organizados

 

COMO ESTAR PREPARADO PARA QUAISQUER FISCALIZAÇÕES E EVITAR ACIDENTES?

Não existem fórmulas mágicas, grandes truques ou misteriosos segredos que possam responder a essa pergunta. A única coisa a se fazer é ter os documentos que atestem as condições corretas do local. 

Caso o leitor não saiba se esses documentos realmente existem em seu estabelecimento, você poderá encontrar mais informações acessando tanto a página da Coelba quanto a do Corpo de Bombeiros.

 

Textos Relacionados

Veja também:

O que é a NR-10?

Lâmpadas piscando ou enfraquecendo ao ligar o chuveiro elétrico? Entenda o motivo!

Postos de gasolina são multados por falta de regularização de projetos elétricos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *