3 Dicas Simples para Proteger-se dos Danos Advindos da Eletricidade

 

Com o avanço da Engenharia Elétrica e a tecnologia no mundo, a eletricidade tornou-se onipresente e indispensável à modernidade. Porém, assim como todos esses avanços possibilitaram inúmeras conquistas e facilidades às pessoas, trouxeram também responsabilidades para seu correto uso, pois, sem tomar as devidas precauções e medidas, a energia elétrica pode causar acidentes, danos a patrimônios e até mesmo mortes.

Confira a seguir 3 dicas simples para prevenir-se de possíveis danos causados pela energia elétrica:

1. Uso de “Tês” ou Benjamins

Nunca deve-se ligar muitos equipamentos em uma mesma tomada. Principalmente se eles consumirem muita potência. Cada tomada de uma instalação elétrica é projetada para fornecer até um certo limite de potência aos equipamentos ligados a ela. O uso indevido de “Tês” ou Benjamins poderá fazer com que a tomada forneça mais potência do que foi projetada, isso ocasionará uma sobrecarga na fiação, resultando em superaquecimento e possíveis danos aos condutores podendo provocar até mesmo um incêndio.

2. Dispositivos de Proteção contra Surtos (DPS)

Os surtos elétricos são variações abruptas na tensão da rede elétrica. Eles podem ser originados por vários fatores, dentre os quais: queda de energia, raios, liga/desliga de grandes motores como os de elevadores, por exemplo. Os surtos elétricos podem causar danos de curto, médio e longo prazo aos equipamentos eletrônicos. Em alguns casos, inclusive, podem levar à perda total devido à queima.

Para proteger-se dos surtos elétricos é necessário instalar os DPS (Dispositivos de Proteção contra Surtos). O DPS funciona detectando com antecedência a sobretensão e desviando-as para o aterramento antes que cheguem aos aparelhos.

3.Instalação Elétrica e Disjuntores

Os disjuntores são dispositivos fabricados para interromperem a passagem de corrente no circuito da instalação elétrica, caso ocorra alguma sobrecarga ou curto-circuito, impedindo, desse modo, a ocorrência de um incêndio.

Se você perceber que algum disjuntor desarma com frequência ou que o fio de algum equipamento esquenta muito, ou, se desejar ligar aparelhos que consomem mais potência e a instalação elétrica não permite essa possibilidade, você deve contatar uma empresa de engenharia elétrica ou um técnico para cuidar do caso. Não faça tudo sozinho pois um erro pode resultar em sérias consequências.

Agora que você conhece essas três dicas simples, não deixe de tê-las em mente! Pois como diz o ditado: “é melhor prevenir do que remediar”.  Tomar as devidas precauções com a energia elétrica é de suma importância, além de trazer benefícios!

7 comentários em “3 Dicas Simples para Proteger-se dos Danos Advindos da Eletricidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *